Acompanhe a declaração dos chefes de estado para a agenda 2030 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

26

JUL

Acad. Prof. Antonio Meneghetti e a Pedagogia Ontopsicológica

A trajetória de Antonio Meneghetti enquanto pedagogo segue um percurso peculiar. A compreensão da verdadeira pedagogia de Antonio Meneghetti é forjada pela vida e lapidada por sua vasta experiência acadêmico-científica.

Primogênito de nove irmãos recebeu, desde cedo, a incumbência de educar os mais novos, até que completassem, todos, 18 anos de idade; buscou fazer-se economicamente autônomo, de modo a conquistar o saber-fazer, a competência no interior dos diversos ofícios e o conhecimento das distintas relações.

Viveu a Segunda Guerra Mundial, e ali aprendeu o quanto uma ideia é capaz de destruir a real natureza humana. Sempre atraído por uma cultura superior, enveredou-se pela estrada religiosa, por ser aquela que detinha a mais alta cultura da sociedade.

Trabalhou no chão de fábrica, tornou-se educador bem-sucedido do Orfanato Guilhermo, na Itália; recebeu os melhores jovens a serem educados ao sacerdócio. Lecionou na Universidade São Tomás de Aquino, onde adquiriu imenso respeito de seus educandos, que o consideravam diverso de todos os outros educadores.

Adquiriu a experiência internacional de saber educar. Concedeu, de dentro, as diferentes culturas, suas problemáticas, seus pontos fortes. Observou os resultados de pedagogos que, antes dele, formalizaram suas teorias e métodos de ensino.

Após deixar, com respeito, a Igreja Católica, Antonio Meneghetti dedicou-se à aplicação da Ontopsicologia, ciência desenvolvida por ele, em âmbito clínico. Em 1981, iniciou a experiência da “Escola College Antonio Meneghetti”.  Tratava-se do primeiro projeto de aplicação da pedagogia Ontopsicológica. O motivo base desta escola é exclusivamente a vida, na irrepetível unicidade de cada criança. O estudo era conduzido com extremo rigor e seriedade cultural, mas com a ciência que dá a vantagem existencial: a Ontopsicologia.

Nesse percurso, compreendeu que em cada ser humano há uma informação-base, que é o critério de sanidade e realização para cada individualização. Esse critério de natureza, quando seguido em sua originalidade, possibilita ao homem a evolução histórica de seu próprio potencial. Meneghetti identificou, isolou e nomeou-o Em Si ôntico.

Antonio Meneghetti formalizou um método que possibilita a leitura dessa informação originária e, em mais de 40 anos de sua aplicação, restituiu ao homem sua própria natureza.

;