OIKOS

Esse é o terceiro ano que eu acompanho uma turma que participa do Projeto Oikos. Ministro a disciplina de Língua Portuguesa, então é um momento em que é muito privilegiada a interação e a oralidade num ambiente diferente de uma maneira mais descontraída, possibilitando mais entrosamento entre os alunos, estreitamento de laços e também elevar a autoestima. Quando eles vão para a horta e fazem um canteiro bem caprichado, eles podem plantar, depois fazem a manutenção e conseguem colher aqueles produtos, os quais eles mesmos plantaram. Isso é muito bom para que percebam que eles também são capazes de fazer algo com capricho.
Cristina Severo, professora da EMEF Dezidério Fuzer, Restinga sêca

A gente percebeu um desenvolvimento muito importante no crescimento dela, nas escolhas dela em casa em relação ao meio ambiente. Ela já é uma menina muito preocupada com questões ambientais e a gente percebeu que participando do projeto ela ficou ainda mais atenta a essas questões. Questão de coleta seletiva do lixo, a questão de cuidado para o não desperdício de água, de alimentos. Ela nos cobra bastante em casa, é muito cuidadosa e percebemos que isso veio junto com o projeto. Então, o projeto é muito importante nas escolas, com certeza deve continuar, gostaríamos muito que a Maria Antônia continuasse participando de projetos desse nível, com esse conteúdo.
Mariana Drescher, mãe da Maria Antônia, 9 anos, aluna da EEEB Willy Roos, Agudo

Esse projeto me incentivou e também incentivou outras crianças a plantar mais árvores, a não jogar lixo no chão, a fazer a coleta seletiva, a fazer bomba de sementes e me ajudou e incentivou nas tarefas domésticas, a ajudar minha mãe a fazer várias coisas. E eu quero que este projeto continue por muitos anos na escola para ajudar a incentivar outras crianças.
Gabriela Wachholz, 11 anos, aluna da EMEF Santos Reis, Agudo