Despertando a Formação Inteligente Por Meio da Leitura

Sou mãe/avó do aluno Pedro Henrique Thomas do 2º ano. Gostaria de ressaltar o quanto o projeto ajudou na formação do meu neto Pedro. Na verdade ele é uma criança que começou a ler e não tinha muita vontade de ler, com o Despertando veio desafio, propostas e, nessas propostas apresentadas pelas monitoras, ele começou a se interessar em chamar a família para ler, pesquisar. Também trabalha muito forte a questão da responsabilidade, pois tudo é questão de meritocracia. Em casa o Pedro tem limites, e no projeto, as meninas conseguem reforçar isso, pois elas têm “pulso firme” e incentivam as crianças na leitura e fazerem as atividades. E eu tenho certeza que o projeto contribui muito o trabalho do projeto Despertando a Formação Inteligente por Meio da Leitura na Escola. Gostaria muito que o projeto continuasse em parceria com a escola, pois só tem a somar, falo como coordenação escola e também como família. Muito Obrigada!
Marcia Luciana Gonçalves, avó do aluno Pedro Henrique, da EMEF Luiz Antonio Barchet, Dona Francisca

O Projeto Despertando veio a contribuir muito para o desenvolvimento pedagógico dos nossos alunos, o Projeto desenvolve uma dinâmica diferenciada que vem ao encontro das necessidades apresentadas no contexto escolar dos nossos alunos. Foi muito bom ter essa parceria coma Fundação Antonio Meneghetti e desejamos que possamos novamente trabalharmos juntos no próximo ano.
Cirlei Paulina Uliana Barbieri, diretora da EMEF Cândida Zasso, de Nova Palma

O projeto foi uma coisa muito boa pra nossa escola, a aprendizagem foi muito maior. Todo mundo aprendeu mais do que aprenderia na escola se não fosse o projeto. Provavelmente todos da nossa escola vão levar o Projeto pro resto da vida, já que as professoras da escola trazem muita coisa diferente. Ficamos muito felizes quando o Projeto veio, porque a gente nunca teve antes até agora no segundo ano. . E depois desse ano, eu, e acho que provavelmente todos, estão gostando mais de ler e aprender mais com isso.
Davi Rehbein, 8 anos, aluno da EMEF Santos Dumont, de Agudo