Bolsa Identidade Jovem

Esse semestre foi de muito aprendizado para mim, pois, para todas atividades, tive auxílio de colegas e amigos. Nós nos reunimos para fazer, tornando, assim, a tarefa mais descontraída e foram momentos muito bons. Cada um dava sua opinião tornando, assim, tudo mais fácil e claro. Também aproveitamos o tempo para conversar porque como todos trabalham não tínhamos muito tempo e as atividades do AVA, de certa forma, nos uniam. Hoje posso dizer que me tornei uma pessoa mais responsável e comprometida, consegui entregar todas as atividades no prazo, coisa que para mim é um pouco complicado por conta de não ter tempo, mas fico feliz em ter conseguido.
Daiane Gracioli, 20 anos, São Pedro do Sul, aluna de Direito

A Bolsa Identidade Jovem para nós, para a nossa família, para a bárbara, representou muito! Em primeiro lugar, ela representa as nossas condições de mantermos a Bárbara na faculdade, porque ela nos dá um apoio muito grande financeiramente, então isso foi muito importante para nós. Em segundo lugar, eu vejo a Bolsa Identidade Jovem também como uma alavanca na responsabilização e na formação da Bárbara. Sou uma mãe que estou muito presente na vida acadêmica dela e eu observo como ela e os colegas, a comunicação entre eles, do compromisso com os trabalhos, a responsabilidade com os trabalhos que precisam entregar. Isso faz com que eles cresçam muito. Como educadora, eu vejo a faculdade muito empenhada em formar estes jovens, eu serei sempre muito agradecida! Eu, meu marido e a Bárbara agradecemos sempre, pois a Bolsa tem possibilitado a formação da Bárbara!
Loreci Maciel da Silva, mãe da aluna Bárbara, Santo do Jacuí, aluna de Direito

O Projeto Bolsa Identidade Jovem, da Fundação Antonio Meneghetti, proporciona aos novos alunos da Faculdade Antonio Meneghetti, uma oportunidade de cursarem um número maior de disciplinas com um valor mais acessível. Em muitas entrevistas realizadas, percebemos muita vontade dos alunos, de darem um novo passo, buscarem mais conhecimento, novas experiências com graduação, mas em virtude do orçamento familiar baixo, essa realidade não seria palpável. Com a bolsa esse cenário muda, oportunizando cursos de graduação, com valores mais atrativos, tornando assim o sonho de muitos, em realidade.
Eduardo Cervi, colaborador da AMF e entrevistador da Bolsa Identidade Jovem