"
  • slider

FUNDAÇÃO ANTONIO MENEGHETTI

Promovendo ciência, humanismo, cultura e educação!

Situada no Distrito Recanto Maestro, a Fundação Antonio Meneghetti de Pesquisa Científica e Humanista Educacional e Cultural, iniciou suas atividades em 29 de janeiro de 2010, aprovada pela portaria nº 21/2010 da Procuradoria de Fundações do Estado do RS.

FUNDAÇÃO ANTONIO MENEGHETTI É MEMBRO DO

Trabalhamos auxiliando o Brasil no alcance dos ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU)

---------------
CONHEÇA MAIS DA FAM NA

VISÃO GLOBAL

COMO DESENVOLVEMOS NOSSO TRABALHO

A Fundação Antonio Meneghetti, organização com status consultivo especial junto ao ECOSOC das Nações Unidas (ONU), trabalha para desenvolver e potencializar o ser humano afim de que ele se torne um agente transformador e gerador de vida, primeiro para si, e posteriormente para o contexto onde está inserido dentro da sociedade.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Acompanhe os destaques do nosso trabalho:

20/10/2021

Neste dia 20 de outubro, a profa. Any Rothmann, conselheira diretora da Fundação Antonio Meneghetti; a profa. Dra. Patrícia Wazlawick, coordenadora do Bacharelado em Ontopsicologia da AMF; o prof. Dr. Ricardo Schaefer, coordenador FOIL da AMF e a profa. Dra. Clarissa Miranda, representando o setor de Relações Internacionais da AMF/FAM, participaram da 8 Responsible Management Education Research Conference (Conferência de Pesquisa sobre Educação para a Gestão Responsável), sediado pela Xi’an Jiaotong-Liverpool University, da cidade de Suzhou, na província de Jiangsu, na China. A conferência é realizada anualmente em diferentes instituições de ensino superior do mundo, sendo promovida pela iniciativa Principles for Responsible Management Education (Princípios para o Ensino de Gestão Responsável – PRIME), criada pelo Pacto Global da ONU e na qual a AMF é membro.

 

O tema geral da conferência neste ano foi “Pobreza e Prosperidade: Implicações para o Avanço dos ODS, da Agenda 2030 e da Educação para a Gestão Responsável em um mundo Pós-Pandêmico”.

 

Seguindo o fuso horário de Pequim, os trabalhos foram apresentados na madrugada desta terça-feira para quarta-feira. Os temas das contribuições apresentadas pelos professores da AMF tiveram relação com os tópicos debatidos em diferentes salas de trabalho do evento. Na sala que discutiu o tema geral do congresso, a AMF apresentou o trabalho “Uma metodologia de formação em liderança com base na pedagogia ontopsicológica aplicada por professores  da educação superior no Brasil”. Na sala que discutiu “Sustainability Mindset” (Mentalidade Sustentável), os professores da AMF falaram sobre “A inserção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU na educação superior aliados à aplicação da pedagogia ontopsicológica”. Em uma apresentação paralela sobre economia circular que era também parte do programa da conferência, a AMF apresentou o trabalho “Projeto OIKOS: o estudo de caso de um projeto de reciclagem no interior do Brasil”. Esse trabalho contou com a participação da estudante do curso de Direito, Monique de Oliveira Goulart.

 

Os trabalhos da AMF foram apresentados nas salas de trabalho para acadêmicos que falavam de diferentes locais do mundo: Hong Kong, Pequim (China), Colonia (Alemanha), Milão (Itália), Madri (Espanha), Genebra (Suíça), entre outros. Despertou interesse tanto a metodologia diferenciada de ensino oferecida na Antonio Meneghetti Faculdade, como a inovação proporcionada pelos projetos promovidos pela Fundação Antonio Meneghetti na comunidade. A pedagogia ontopsicológica foi destacada como a base de ambas essas realidades. A participação em congressos acadêmicos internacionais é uma das tradições da AMF no que tange o pilar da internacionalização, sendo estimulada tanto entre seus corpo docente como discente.

15/10/2021

Para você conhecer os websites, redes sociais e aplicativos oficiais onde pesquisar sobre a Ciência Ontopsicológica na internet, organizamos aqui as indicações de fontes sérias e confiáveis a respeito do conhecimento teórico, metodológico e prático da Ontopsicologia no Brasil e no mundo, acesse em: bit.ly/3vhhXON

09/10/2021

A Fundação Antonio Meneghetti, em parceria com a Promotoria de Justiça da Comarca de Faxinal do Soturno e Restinga Sêca, lança o II Concurso Cultural Tecendo Saberes. O Objetivo do concurso é estimular a produção de materiais que ressaltem a importância de duas das temáticas promovidas pela comarca dos municípios que abrangem o Recanto Maestro: alimentação saudável e valorizando nossas belezas naturais.

Podem participar alunos do 6º ao 9º ano, matriculados em escolas públicas de municípios pertencentes às duas comarcas, apadrinhados por um professor responsável. Os participantes concorrem à notebooks e tablets. As inscrições podem ser realizadas pelo e-mail projetos@fundacaoam.org.br até o dia 20 de outubro.

Confira o edital no link: bit.ly/3awtkJl

06/08/2021

No dia 05 de agosto de 2021 ocorreu uma reunião para fortalecer e viabilizar novos incentivos e oportunidades para o projeto de plantação de oliveiras no estado do Rio Grande do Sul. Estiveram presentes Roberto Argenta, Presidente do Conselho Diretor do Recanto Maestro, Renato Fernandes, Presidente do Instituto Brasileiro de Olivicultura (Ibraoliva), Almir Foletto, Presidente da Fundação Antonio Meneghetti, o Deputado Estadual Roberto Fantinel (MDB-RS) e seu assessor, Valério Trebien, e Fabrício Carlotto, responsável técnico pela plantação de oliveiras no Distrito Recanto Maestro.

A reunião teve como pauta reforçar a parceria do Azeite de Oliva Recanto Maestro, Fundação Antonio Meneghetti e Ibraoliva intensificando a discussão sobre novas formas e possibilidades de incentivo ao cultivo de oliveiras no estado afim de expandir a produção e tornando-a referência internacional no cultivo.

Segundo o empresário Roberto Argenta, “o cultivo de oliveiras representa uma porta de entrada para diversificar da produção agrícola do estado, com grande potencial para ser a base de um novo ciclo de desenvolvimento econômico”. Pois, além de rentável, o plantio pode ser feito em conjunto com outras culturas e em regiões rochosas ou de declínio. As oliveiras também são uma matriz produtiva geradora de saúde, além de possuir forte potencial turístico e retomar uma cultura clássica milenar.

A construção da fábrica no Recanto Maestro viabilizará ainda mais o cultivo, pois permite aos produtores terem a segurança que haverá maior busca e compra do produto in natura. Hoje, o Rio Grande do Sul possui aproximadamente 7 mil hectares de plantio de oliveiras, mas o estado tem capacidade para alcançar um milhão de hectares.

---------------
Conheça nossos

Parceiros

ENTRE EM CONTATO CONOSCO

Cadastre-se para receber novidades


Rua Recanto Maestro, nº 26
Distrito Recanto Maestro, São João do Polêsine
CEP: 97230-000